Pezão garante conclusão da Linha 4 do Metrô

TCE afirma em relatórios que obras olímpicas possuem alto risco de não estarem prontas até as Olimpíadas 

O governador Luiz Fernando Pezão rebateu as conclusões de um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e garantiu que as obras da Linha 4 do metrô, que ligará Ipanema à Barra, vão ficar prontas até o início dos Jogos de 2016, em agosto do ano que vem. O relatório do TCE aponta alto risco de atraso em três obras olímpicas, entre elas a do metrô.

“Estamos chegando à estação Jardim de Alah, e não há qualquer tipo de problema. A obra está andando. Vamos entregar tudo no prazo”, garantiu Pezão, que criticou o teor do relatório do órgão técnico.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

A máquina Tatuzão utilizada na perfuração do túnel obra da Linha 4 do Metrô, semelhante a usada no Eurotunel. (Foto: Metrolinha4.com.br)
A máquina Tatuzão utilizada na perfuração do túnel obra da Linha 4 do Metrô, semelhante a usada no Eurotunel. (Foto: Metrolinha4.com.br)

Projeto valoriza artistas locais em comunidades com UPP

A Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro apresentou ontem (8) o Prêmio Território de Cultura, na Penha, zona norte do Rio. Serão selecionadas iniciativas que valorizam a cultura e os moradores do Complexo do Alemão e da Penha, além da Maré, Senador Camará e Vila Kennedy, todas essas comunidades têm Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). O investimento será de R$ 1 milhão e as inscrições vão do dia 20 de julho até 3 de setembro.

Cada realizador selecionado receberá prêmio de R$ 25 mil para movimentar a cena local. A ideia é desburocratizar os processos de inscrição e a prestação de contas para democratizar o acesso ao financiamento público para a cultura. São necessários apenas cópia da carteira de identidade e do CPF, além de experiência comprovada de, no mínimo, um ano no bairro.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Unidade de Polícia Pacificadora da Vila Kennedy: ali a comunidade poderá inscrever projetos que valorizam artistas locais, segundo projeto municipal. (Foto: Fotospublicas.com)
Unidade de Polícia Pacificadora da Vila Kennedy: ali a comunidade poderá inscrever projetos que valorizam artistas locais, segundo projeto municipal. (Foto: Fotospublicas.com)

Evento da Fiperj esclarece novas regras para obtenção do RGP

 Ministrada em parceria com o MPA, palestra gratuita será na quarta-feira (8), no Centro de Niterói

Como forma de atualizar seus técnicos, pescadores e entidades de pesca do estado, a Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) vai promover, na próxima quarta-feira (8), uma palestra sobre o Registro Geral da Atividade Pesqueira (RGP), que sofrerá mudanças na segunda quinzena deste mês. O evento gratuito é fruto de parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e vai acontecer às 10h no Auditório Prefeito João Sampaio, na sede da Fundação – sobreloja do Terminal Rodoviário Roberto Silveira, Praça Fonseca Ramos, s/nº, no Centro de Niterói.

Visando as novas regras para a obtenção do RGP, previstas no Decreto nº 8.425, de março deste ano, a orientação ficará por conta das técnicas da Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura no Rio de Janeiro (SFPA), do MPA, Maria Luiza Teixeira e Maria Paula Almeida.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Evento que visa novas regras para obtenção do RGP é gratuito e vai acontecer às 10h no Auditório Prefeito João Sampaio, na sede da Fundação. (Foto: Divulgação/ Fiperj)
Evento que visa novas regras para obtenção do RGP é gratuito e vai acontecer às 10h no Auditório Prefeito João Sampaio, na sede da Fundação. (Foto: Divulgação/ Fiperj)

Secretaria de Educação aplica provas do Saerjinho

A Secretaria de Educação aplicou na terça (30) de junho e na quarta-feira (1), as provas do Sistema de Avaliação Bimestral (Saerjinho). Cerca de 650 mil alunos participaram da avaliação, que visa identificar deficiências educacionais que, além de corrigidas, servem como base de diagnóstico para a secretaria.

As provas testam conhecimentos das disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas – História e Geografia – e Ciências da Natureza (para 5º e 9º anos do Ensino Fundamental); e Química, Física, Biologia, História e Geografia (para o Ensino Médio e Ensino Médio Integrado). Os alunos do Curso Normal, programa Autonomia e etapas equivalentes da Nova EJA foram avaliados nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Cerca de 650 mil alunos da rede estadual de ensino participaram da avaliação
Cerca de 650 mil alunos da rede estadual de ensino participaram da avaliação

Sancionada lei que proíbe porte de arma branca

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, sancionou a lei que proíbe o porte de arma branca no estado. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado de ontem (29). O projeto de lei foi aprovado na Assembleia Legislativa (Alerj) em 10 de junho como resposta aos roubos e latrocínios cometidos com facas. Pela nova lei não será mais permitida à circulação de pessoas nas ruas com facas, punhais e similares que tenham lâminas maiores do que 10 centímetros de comprimento. A punição para o infrator é o pagamento de multa.

No entanto, não será proibido andar com as facas ou lâminas dentro de bolsas, malas e sacolas. A multa para quem desrespeitar as normas previstas varia de R$ 2.400 a R$ 24 mil. A autuação ficará a cargo da Polícia Civil. Os recursos arrecadados com as multas serão revertidos aos cofres da Polícia Civil.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Protesto de ONG pela morte do médico Jaime Gold, esfaqueado em um assalto na Lagoa Rodrigo de Freitas. (Foto: Divulgação/ Agência Brasil)
Protesto de ONG pela morte do médico Jaime Gold, esfaqueado em um assalto na Lagoa Rodrigo de Freitas. (Foto: Divulgação/ Agência Brasil)

Agricultura familiar terá R$ 28,9 bilhões para safra 2015/2016

Os agricultores familiares brasileiros vão contar com R$ 28,9 bilhões de recursos do Plano de Safra 2015/2016 para ampliar a produção do setor, através do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

O recurso anunciado pelo ministério do Desenvolvimento Agrário é 20% maior que o da safra 2014/2015. “A expectativa é de que, a partir de agora, ocorra uma ação mais forte por parte do governo federal voltada para a extensão rural, uma vez que o suporte nessa área vinha sendo dado praticamente pelos estados”, afirmou secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Recurso anunciado  vai estimular a atividade agrícola em todo o país. (Foto: Sérgio Siliciano)
Recurso anunciado vai estimular a atividade agrícola em todo o país. (Foto: Sérgio Siliciano)

Programa Rio Rural aposta na diversificação do cultivo

Produtores rurais da microbacia hidrográfica Rio Secretário, em Vassouras, no Centro-Sul Fluminense, vêm investindo na melhoria dos sistemas produtivos. Com o apoio do programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, eles organizaram uma cooperativa e receberam incentivos para diversificar a produção.

A ampliação do cultivo diminui o risco da variação de preços no mercado, além de aumentar a participação dos agricultores no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Governo Federal. “Antes, a gente não tinha como vender. Plantava tomate, pimentão e repolho, mas o forte era o tomate”, disse o agricultor André Luiz Pardal.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Rio Rural apoia diversificação em Cooperativa de Vassouras, no modelo que pode ser adotado por outras cidades. (Foto: Divulgação/ Imprensa RJ)
Rio Rural apoia diversificação em Cooperativa de Vassouras, no modelo que pode ser adotado por outras cidades. (Foto: Divulgação/ Imprensa RJ)

Estado do Rio é destaque em festival de turismo

A Secretaria de Turismo participa do 10º Festival de Turismo das Cataratas, que começou ontem e vai até sexta-feira (19), em Foz do Iguaçu, no Paraná. As peculiaridades de 10 cidades do interior do Estado do Rio serão mostradas no evento, que reúne profissionais do setor.

A proposta é apresentar roteiros de viagem, belezas naturais, serviços e equipamentos, atraindo cada vez mais visitantes, agentes, operadores e investidores para o turismo fluminense.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Paraty é uma das cidades que atrai turistas por suas belezas naturais. (Foto: Divulgação/ Governo RJ)
Paraty é uma das cidades que atrai turistas por suas belezas naturais. (Foto: Divulgação/ Governo RJ)

Defeso da sardinha-verdadeira

Proibição vai até 30 de julho e reinicia em 1º de novembro, de acordo com normatização do Ibama

Começou ontem (15), o defeso da espécie mais pescada no estado do Rio segundo dados da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj): a sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis). Até 30 de julho, de acordo com normatização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), ficam proibidos a pesca, a comercialização e o transporte desse recurso pesqueiro no litoral que vai do estado do Rio até Santa Catarina. Trata-se da primeira etapa da paralisação anual da captura da espécie no Sul e Sudeste, visando o seu recrutamento – tempo necessário para que os juvenis possam atingir 17 centímetros, tamanho ideal para a pesca. A segunda etapa vai de 1º de novembro a 15 de fevereiro, época da reprodução.

O objetivo do defeso, instituído em 2009, é recuperar os estoques e promover a pesca sustentável da sardinha-verdadeira, evitando assim sua extinção; e o resultado tem sido satisfatório. Segundo dados do Monitoramento da Pesca no Estado do Rio de Janeiro, a Estatística Pesqueira, feito pela Fiperj em 16 municípios fluminenses, a espécie representou mais de 61% da produção estadual monitorada em 2014, com 46,93 mil toneladas desembarcadas. A segunda mais capturada foi a cavalinha (Scomber japonicus), com 6,63 mil t, seguida pelo bonito-listrado (Katsuwonus pelamis), com 2,393 milhões t.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Defeso da sardinha-verdadeira vai até o dia 30 no litoral que vai do Rio de Janeiro até Santa Catarina. (Foto: Divulgação/ Fiperj)
Defeso da sardinha-verdadeira vai até o dia 30 no litoral que vai do Rio de Janeiro até Santa Catarina. (Foto: Divulgação/ Fiperj)

Fiperj explica seguro-defeso para pescador

A Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) realizou, na quinta-feira (11), em sua sede, em Niterói, a palestra “Seguro-Desemprego para Pescador Artesanal”, por meio de parceria com o Ministério da Previdência Social. Com o objetivo de explicar as mudanças na lei de acesso ao seguro, o evento reuniu mais de 30 pessoas, entre pescadores e representantes de entidades do setor, que foram esclarecidos sobre como conseguir o benefício; e técnicos da Fundação, que também tiraram dúvidas para atender melhor o setor.

A palestra foi ministrada pela coordenadora do Programa de Educação Previdenciária (PEP) da Gerência Executiva do INSS Niterói, Dilma Crispiano, que apresentou também um passo a passo de como os pescadores devem fazer para pagar suas guias de contribuição previdenciária utilizando o site da Receita Federal.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região

Coordenadora do PEP, Dilma Crispiano falou sobre as novas regras para a obtenção do seguro-defeso. (Foto: Divulgação)
Coordenadora do PEP, Dilma Crispiano falou sobre as novas regras para a obtenção do seguro-defeso. (Foto: Divulgação)